Um canto para leitura e reflexão

Posts marcados ‘VOLTA DE JESUS’

JUÍZO SEM ESCAPATÓRIA

Em nosso país a impunidade tem gerado criminalidade. Aqueles que vivem à margem da lei agem no pressuposto de que não serão pegos, e que se o forem, não serão condenados, e se forem condenados, na maioria das vezes, cumprirão somente um terço da pena, e logo estarão em liberdade para praticarem novos crimes. Há ainda os casos de prescrição e decadência do crime, isto é, o crime apesar de consumado, deixa de ser punível. Tudo isto faz com que a idéia de juízo, de prestação de contas, de condenação fique distante ou inexistente na mente de muitos. Quando falamos em juízo divino as reações não são diferentes, afinal há tanta gente praticando o mal e se dando bem! A impressão que fica é que Deus não exercerá juízo sobre ninguém. Se você pensa assim, quero alertá-lo pelo ensino da Palavra de Deus.

A Bíblia diz que há pecados que são descobertos e punidos nesta vida, mas outros são guardados para o dia do juízo (I Tm 5.24). O livro de Romanos (2.5,6) alerta: “mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus, que retribuirá a cada um segundo as suas obras”. Se você está vivendo em pecado e o juízo ainda não lhe alcançou, você está entesourando, acumulando ira para si no dia do juízo final.

Outra verdade expressa pelas escrituras é que prestaremos conta a Deus do que tivermos “feito por meio do corpo” (II Tm 5.10). Deus julgará nossas obras, nossos feitos. Ninguém será julgado pelo que crê, mas pelo que viveu ou não de sua crença. Ninguém será julgado pelo tamanho da fé, mas pela operosidade da fé, pois “a fé sem obras é morta” (Tg 2.26), de nada adiantará. Mesmo os atos praticados em segredo virão à tona para juízo, pois “Deus há de julgar os segredos dos homens” (Rm 2.16). Diz Hebreus 4.13: “E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas”. Você já imaginou isso?

Todavia, o fator mais decisivo do juízo final é que ninguém escapará dele. O profeta Amós se referindo àquele dia diz que o mesmo será como um homem que foge de um leão e se encontra com um urso, foge do urso, e correndo entra em sua casa, mas ao apoiar a mão na parede, para tomar fôlego, é mordido por uma cobra (Am 5.18,19). Em outras palavras: não há escapatória! Não há como se esconder ou fugir do juízo de Deus. Quer você goste, quer não goste, quer queira, quer não, o juízo de Deus virá sobre sua vida. Você está preparado para este momento? O profeta Amós, dirigindo-se ao povo de Israel, disse: “prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus” (Am 4.12). Esta é minha palavra a você também: prepare-se para um encontro inevitável, o seu encontro com Deus.

Pr Gilvan Barbosa

Anúncios

Nuvem de tags