Um canto para leitura e reflexão

Posts marcados ‘casa’

“O QUE VIRAM EM TUA CASA?”

O mês de maio é considerado o mês da família. Este será um bom período para buscarmos a direção de Deus para nossos familiares. É um período também para avaliação do que temos feito e sido no ambiente familiar.

A indagação que encabeça esta pastoral serve para ajudar-nos na avaliação. Ela foi feita pelo profeta Isaías ao rei Ezequias, depois que este recebeu uma comitiva enviada pelo rei da Babilônia, e, impensadamente, lhe mostrou toda a sua casa, todos os seus tesouros e todo o seu arsenal de defesa. Após a saída da comitiva, Isaías pergunta ao rei: o que viram em tua casa? (II Re. 20.15). Então, depois da resposta do rei, o profeta lhe diz que tudo o que viram será levado para a Babilônia. Infelizmente o rei Ezequias abriu a intimidade de sua casa para o inimigo.

Não quero aqui analisar a atitude de Ezequias, nem suas conseqüências. Quero apenas aplicar às nossas vidas hoje a pergunta do profeta: o que viram em tua casa? Podemos, então, perguntar-nos: o que estão vendo em nossas casas? Ou: o que nossos lares estão mostrando aos que nele entram?

Pense comigo: o que nossos filhos estão vendo em nossas casas? Eles estão vendo pais tementes a Deus? Pais dedicados à oração e ao estudo da Palavra? E se pensarmos na televisão e na internet, o que você está vendo? O que você vê, pode ser visto por seus filhos? E seu relacionamento com o(a) esposo(a) é algo que edifica seus filhos? O que eles estão vendo na relação de vocês como cônjuges, é algo que eles podem desejar para o próprio casamento? Posso ir mais além: por que será que muitos dos filhos de crentes se desviam da fé e da igreja? Não será este desvio uma conseqüência do que estão vendo em suas casas?

E sua esposa ou seu marido, o que está vendo em seu exemplo de cônjuge? Ele(a) vê em você uma exemplo de cristão? Sua vida em casa é a mesma da igreja? Ou você tem uma vida dócil, amigável, educada na igreja e grosseira em casa? Seus filhos podem atestar que o que você é na igreja é o mesmo que é em casa?

E as secretárias do lar: as copeiras, lavadeiras, passadeiras, cozinheiras, babás, etc.? Muitas destas não são crentes. Não é de estranhar que estes(as) profissionais trabalhem anos e anos com crentes, e continuem perdidos(as)? O fato de continuarem perdidos(as), longe de Cristo, não é porque estão vendo em nossos lares descaminhos, ao invés de o caminho? Será que Deus vai nos deixar impunes por não sermos capazes de conduzir à salvação estes que estão diuturnamente em nossos lares?

Penso também em nossos vizinhos. O que eles estão vendo em nossos lares? Estão vendo cobradores chegando, ou servos reunidos em oração? Estão ouvindo músicas de louvor ou gritaria e xingamento? Você convida seus vizinhos para visitarem seu lar? Você se preocupa e ora com seus familiares pela salvação deles? Você os convida para virem à igreja? Se não o faz, é porque teme que o que veem em seu lar não ateste a fé que você diz ter em Cristo?

Poderíamos estender a pergunta a muitos outros aspectos da vida em família, o importante, porém, é avaliarmos nossos procedimentos, pois a vida com Deus começa em família. O salmista escreveu: “Andarei em minha casa com integridade de coração. Não porei coisa torpe diante dos meus olhos” (Salmo 101.2,3). Que assim seja também em seu lar!

Pr. Gilvan Barbosa Sobrinho

Anúncios

Nuvem de tags