Um canto para leitura e reflexão

Posts marcados ‘POLÍTICA’

EM UM BRASIL EM TREVAS, VOTE CERTO

O tema de Missões Nacionais deste ano, “em um Brasil em trevas, seja luz”, não poderia ser mais propício para um ano de eleições. No próximo domingo, 7/10, estaremos, em um ato de pura cidadania democrática, votando nos prefeitos e vereadores de todas as cidades do Brasil. Como luz deste mundo (Mt 5.14) que somos, nosso voto precisa contribuir para que o Brasil saia das trevas. Como podemos fazer isto?

Entenda que o voto é seu, pessoal, intransferível. Seu voto não pode ser fator de negociação ou barganha. Ao votar você estará demonstrando os rumos que deseja que sua cidade siga. Seu candidato pode não ser o vencedor, mas deve ser aquele que você confia que fará de seu município um lugar melhor para todos viverem.

Vote em alguém que tenha princípios e valores que se coadunem com o evangelho de Cristo. Não estou dizendo que você só deve votar em evangélico. Estou dizendo que você precisa conhecer os valores de seu candidato. O que ele pensa sobre a família? Você, como cristão, recomendaria o exemplo de vida familiar de seu candidato? Como são seus negócios? Se ele já é político, seu estilo de vida revela o que ganha ou você percebe um enriquecimento rápido demais? Você considera seu candidato uma pessoa justa? Você entregaria uma causa sua aos cuidados dele? Estas perguntas lhe darão uma orientação sobre os valores e princípios de seu candidato.

Não vote em candidato que usa a posição espiritual que ocupa para conseguir votos. As expressões “curral eleitoral”, “voto de cabresto” estão ligadas ao nosso passado histórico, quando os que detinham o poder da terra obrigavam seus empregados a votar em quem indicavam. Hoje, para vergonha nossa, temos os “currais religiosos”. Homens que ocupam uma posição espiritual diante de um grupo usam o lugar sagrado da pregação da Palavra de Deus, o púlpito, para indicar candidatos ou se autoindicarem como os predestinados para uma função legislativa ou executiva. Os líderes religiosos que pleiteiam eleição deveriam ser éticos o suficiente para se afastarem da função espiritual que ocupam, enquanto transcorre o processo da eleição.

Vote em alguém que tem competência para o exercício do cargo que almeja. O Pr Neemias dos Santos, neste particular, faz a seguinte reflexão: “você precisa sofrer uma cirurgia. Dois médicos são indicados, um cristão, e outro ateu. Sem dúvida, escolhe-se o cristão. Mas você é informado que com o cristão, de cada dez pacientes operados, 9 morrem. E com o ateu, apenas 1. Com qual dos dois você operará?” Entenda que para o exercício de um cargo publico não basta ser crente, é preciso ter competência.

Não vote em alguém que você sabe que compra votos. Alguém que oferece combustível, cimento, tijolo, emprego, etc. para conseguir votos não é digno de confiança. O voto deve ser conseguido por causa de projetos apresentados, de valores defendidos.

Entenda que a opinião política de seu líder espiritual é a opinião de um cidadão, não uma profecia divina a se cumprir. Você deve acatar a palavra de seu pastor (líder) naquilo que ela se coaduna coma Palavra de Deus. Isto implica que você deve conhecer a Palavra de Deus para não embarcar em “profetadas” de espertalhões da religião.

No mais, “quer comais quer bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus” (I Co 10.31), inclusive seu voto.

Pr Gilvan Barbosa

Nuvem de tags