Um canto para leitura e reflexão

Posts marcados ‘Mato Grosso’

A ÚLTIMA CIDADE DO PIAUÍ

Image

 

Desde 2009 que desafiamos nossa igreja e as igrejas batistas em geral para alcançarmos todas as cidades do Estado com a presença de uma congregação. Muito já foi feito, pois reduzimos o número de cidades sem a presença batista, que era de 86 para 42 cidades. Houve um grande despertamento e um voltar do olhar para o interior. Nossa igreja, neste período, plantou 11 congregações no interior. Recebemos o apoio de muitas igrejas, instituições e irmãos individuais. Nossa gratidão se estende à Convenção Batista Piauiense, à Junta de Missões Nacionais, à Primeira Igreja Batista de Vitória (ES), à Segunda Igreja Batista do Plano Pilo (DF), União de Homens da Igreja Batista Jardim das Oliveiras (DF), à Missão Internacional da Esperança (IMHOPE-EUA), PIB de Castelo do Piauí, PIB de Campo Maior, Piauí, Igreja Batista Emanuel, Floriano, Piauí, PIB de Gilbués, Piauí, e a muitos irmãos, entre estes: Pr Sócrates Oliveira de Souza, Airton Rabelo, Airton Vasconcelos, Charize e Jivago, Amanda Feitosa, Marcus Freitas, Ricardo Azevedo Araújo, Marlene Feitosa, Ditimar Britto, e muitos outros. Deus tem movido seus servos, em vários estados e países, para apoiar a obra missionária em nosso estado. Nosso alvo é chegar à última cidade em 10 anos, já se passaram 4, só restam 6.

Isto é possível? Plenamente! Sou motivado por Deus, mas também pelas notícias de outros estados, onde este alvo se tornou realidade. Foi o que li hoje em “O Jornal Batista” sobre o alvo alcançado no Mato Grosso do Sul. A notícia foi publicada na página 9, da edição de 12/1/2014, sob o título “sonho alcançado: batistas estão em todos os municípios de MS”, pelo Departamento de Comunicação da Convenção Batista do Mato Grosso do Sul. Louvo a Deus por esta vitória de nossos irmãos Mato-grossenses e fico na expectativa de nossa comemoração, Leia o artigo:

A Coordenadoria de Missões Estaduais da Convenção Ba­tista Sul-Mato-Grossense realizou no dia 29 de novembro, em conjunto com a PIB em Mundo Novo, o culto de inauguração do tra­balho batista no município de Japorã, o último municí­pio de MS onde ainda não havia trabalho da nossa de­nominação. “Há muitos anos a Con­venção vem sonhando e este sonho passou pelos executi­vos, pelos conselhos que for­maram a CBSM e por último foi sonhado pelos integrantes do Núcleo Gestor”, declara o pastor Paulo José da Silva, da Coordenadoria de Missões Estaduais da CBSM, relatando a importância da implantação do trabalho batista em todos os municípios do estado de Mato Grosso do Sul.

EXPANSÃO

Image

No início de 2013 os ba­tistas ainda não estavam pre­sentes em três municípios do estado: Caracol, Paraíso das Águas e Japorã. Em fevereiro, a PIB em Bela Vista iniciou os trabalhos em Caracol. Em agosto a PIB em São Gabriel do Oeste começou os traba­lhos em Paraíso das Águas. Faltava, então, apenas a ci­dade de Japorã. Dia 29 de novembro, às 19h30 deu-se início ao trabalho batista na última cidade do estado que ainda não possuía a presença dos batistas de forma oficial.

Com a presença de 58 pes­soas e a representação das seguintes igrejas – PIB em Mundo Novo, IB do Cente­nário em Iguatemi, PIB em Eldorado, PIB em Itaquirai, Memorial em Naviraí; e os pastores: Paulo José da Silva, Elias Carvalho de Aragão, Marcelo Oliveira, Ivaldemar de Moura Gusmão, Jorge Andrey e Marcos Antonio Ardaia, foi dado início às atividades da Missão Batista em Japorã.

“Depois de anos sonhan­do, agora podemos dizer que Mato Grosso do Sul tem a pre­sença dos Batistas em todos os seus municípios”, declara com alegria o pastor Paulo José.

Cledinéia Andrade Garcia, missionária de Missões Esta­duais, já está trabalhando com três famílias em Japorã, sendo que uma delas é um casal batista vindo do Paraguai e que chegou recentemente na­quele município. Deus já está agregando as almas à Missão Batista em Japorã.

Conforme declara o pastor Paulo José da Silva, “o tra­balho não acabou, pois em muitos municípios as igrejas ou missões e, até mesmo pontos de pregações ou cé­lulas, ainda são trabalhos iniciantes sem condições de sobreviverem sozinhas sem o apoio direto das igrejas mães, associações e da Convenção estadual. Por isso precisamos orar, ofertar e nos colocar à disposição para irmos a estes lugares que precisam muito dos Batistas Sul-Mato-Grossenses para continuar a pregação do evangelho”.

O sonho de implantar trabalho batista em todos os municípios do estado de Mato Grosso do Sul já foi concretizado

O campo é vasto e a colhei­ta precisa ser feita. “Estamos muito felizes, pois nossos al­vos têm sido alcançados, mas não nos deslumbramos, pois sabemos que ainda há muito a ser feito em nosso estado. Continuaremos trabalhando e contamos com cada uma das igrejas e missões batistas do Mato Grosso do Sul para levantarmos a bandeira do evangelho através de Mis­sões”, conclui pastor Paulo José da Silva.

 

 

Anúncios

Nuvem de tags