Um canto para leitura e reflexão

Arquivos do Blog

Imagem

“NÃO VOS DESVIEIS”

Como é fácil nos desviarmos neste mundo! Ele é cheio de distrações, superficialidades, futilidades, encantamentos e desencantos. Facilmente esquecemos o foco da vida e deixamos de fazer daquilo que é principal a coisa principal. Quantos desvios por banalidades, distrações, entretenimentos e prazeres instantâneos! Quanto tempo perdido por nada!

Em I Samuel 12.21, Samuel adverte o povo: “não vos desvieis; porquanto seguiríeis coisas vãs, que nada aproveitam, e tampouco vos livrarão, porque são vãs”. O que Samuel queria era que o povo permanecesse fiel a Deus e à Sua Palavra, e não se desviasse, envolvendo-se com coisas vãs, coisas sem proveito, que para nada servem e também não o livraria em tempo de juízo. Recomendação semelhante é feita por Josué a este mesmo povo, quando entrou na terra prometida e a possuiu: “Porque se de algum modo vos desviardes, e vos apegardes ao resto destas nações que ainda ficam entre vós, e com elas contrairdes matrimônio, e entrardes a elas, e elas a vós, sabei com certeza que o Senhor vosso Deus não continuará a expulsar estas nações de diante de vós; porém elas vos serão por laço e rede, e açoite às vossas ilhargas, e espinhos aos vossos olhos, até que pereçais desta boa terra que o Senhor vosso Deus vos deu (Js 23.12,13).

Escrevendo ao jovem pastor Timóteo, Paulo recomenda que não se desvie do dom recebido de Deus, dando ouvido a “fábulas profanas” (I Tm 4.6,7). Paulo também diz que uma das características deste mundo secularizado é o desvio da verdade e o envolver-se com fábulas, contos, distrações (II Tm 4.4). É assim que vive o mundo de hoje, desviado da verdade e perdido em distrações, contos e fábulas. As igrejas estão cheias de crentes desviados, longe da verdade, envolvidos com distrações e entretenimento. Até os cultos tornaram-se centro de entretenimento. As pregações tornaram-se contos, histórias, momento de conduzir a plateia a esquecer dos males da vida… uma verdadeira terapia de grupo… em alguns casos, um picadeiro.

É hora de repetirmos uns aos outros, olho no olho, o alerta de Samuel: “não vos desvieis”. E quando falarmos, não esquecer que desviar será sempre de alguém e de algo. O que Satanás deseja é nos distrair, nos envolver com futilidades, de tal modo que esqueçamos “de quem” somos e “para que” somos. O alerta de Josué e Samuel era neste sentido. No Novo Testamento Pedro deixa isto ainda mais patente: “mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (I Pd 2.9).

Duas coisas, das quais você não pode se desviar: do Senhor e da missão que Ele lhe deu. Faça do Senhor seu único Deus, ame-o com todo o seu coração, força, alma e bens. Priorize a obra do Senhor. Sua missão neste mundo é anunciar as grandezas daquele que lhe chamou das trevas e da perdição, para sua maravilhosa luz e salvação. O Senhor e sua obra de salvação, eis as duas prioridades de sua vida. Não se desvie do Senhor! Não se desvie da obra do Senhor!

Pr Gilvan Barbosa

Imagem

Viciados em pornografia

Viciado em pornografia

Gilson e Elizabete Bifano

Desde quando a revista “Playboy” circulou pela primeira vez, em 1953, US$ 4,9 bilhões circulam em torno da pornografia. Além disso, 28.258 pessoas a cada segundo acessam a sites pornográficos, sendo 72% homens e 28% mulheres. A cada 39 minutos um novo vídeo pornográfico é lançado nesse mercado.

Estas são algumas informações que permitem compreender melhor este tema, que tanto prejuízo traz à pessoa, à família e à sociedade.

Não há ninguém imune

O fato é que não há ninguém imune à pornografia, inclusive cristãos. Uma organização cristã americana chamada Promise Keepers, que trabalha somente com homens, em uma de suas pesquisas apontou que 45% deles admitiram ter contato com pornografia no espaço de uma semana. Uma revista americana cristã voltada para mulheres informa que 34% de suas leitoras admitiram ter acessado sites pornográficos, e que uma em cada seis disseram lutar contra o vício da pornografia.

Homens e mulheres, religiosos e ateus, crianças, adultos e idosos, casados e solteiros, não há ninguém imune. Todos podem ser vítimas. Enquanto os homens procuram pornografia mais pesada, as mulheres são mais sutis, procuram textos e romances eróticos. O vício do homem é mais erosivo, enquanto da mulher é mais corrosivo.

Entenda os cinco estágios do vício de pornografia

 Exposição precoce – A maior parte das pessoas viciadas em pornografia começa cedo. Eles veem as coisas quando são muito jovens, às vezes ainda crianças.

Adicção – Depois vem o vício. A pessoa continua voltando à pornografia. Torna-se uma parte regular de sua vida. Neste ponto já está viciado.

Escalada – Depois de um tempo começa a escalada. A pessoa começa a procurar por pornografia cada vez mais.

Dessensibilização – A pessoa começa a tornar-se insensível. A pornografia comum não excita mais. A pessoa fica desesperada para sentir a mesma emoção novamente, mas não consegue encontrá–la.

Quebra da fronteira – Neste ponto, muitos homens e mulheres fazem um salto perigoso e começam a agir no mundo real. Movem-se do papel e de imagens de pornografia para o mundo real, procurando prostitutas e homossexuais.

O que fazer?

Pessoas viciadas em pornografia devem em primeiro lugar conscientizar-se da dependência, da mesma forma que um usuário de drogas.

Procurar ajuda profissional através de terapia individual ou em grupos de apoio seria o segundo passo.

Outras atitudes também são importantes: Ter um mentor cristão para acompanhamento, usar a internet, por exemplo, em lugares totalmente à vista de pessoas. Delegar ao cônjuge a tarefa de apagar os históricos dos sites visitados.

 Acima de tudo, pessoas viciadas em pornografia, especialmente no meio cristão, devem confessar este pecado a Deus e pedir forças para que, com ajuda do Espírito Santo, esta dependência seja vencida dia a dia.

 Fonte: O jornal batista de 30/7/11,p 6

Nuvem de tags